A CASA DE IRENE

Há já muito tempo apareceu uma canção que vou colocar neste Post “A Casa de Irene”

e hoje de manhã acordei, liguei o rádio e estava a dar a mesma.

Comecei a pensar em quem me teria dado o meu nome: os meus pais ou os meus padrinhos?

Não me lembro de ter perguntado…

Não me lembro de mo terem dito…

E agora, já não tenho a quem perguntar.

Mas gosto do meu nome…

Autor: sinfoniaesol

Viver é o mais importante de tudo e se for com amizade, amor e saúde, que mais pedir?Viva a Vida!!!

5 opiniões sobre “A CASA DE IRENE”

  1. Toda Irene que conheço é calma, alegre, uma foi meio sofrida, mas de bem com tudo.
    Ouvir Nico Fidenco é tudo de bom!
    Bom domingo, amiga Irene.
    Por aqui temos um poema, vou ver se o encontro e lhe passo, falando de Irene.
    Beijo!

  2. Achei o poema e lhe trago.
    É de um dos nossos maiores poetas e crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro, Manuel Bandeira:

    “Irene no Céu

    Irene preta
    Irene boa
    Irene sempre de bom humor.

    Imagino Irene entrando no céu:
    – Licença, meu branco!
    E São Pedro bonachão:
    – Entra, Irene. Você não precisa pedir licença.”

    Não é lindo? Provavelmente Irene deve ter sido uma negra escrava ou filha de escravos,uma ama de leite ou algo assim.
    Beijo!

  3. Olá amiga Irene!

    O seu nome é belíssimo.
    Eu gostaria de me chamar Rita, mas apesar do meu ser bem vulgar, já me habituei e estou feliz com ele.

    O meu nome foi-me dado pelos meus pais, ainda bem!!!
    Sabe como se chamava a madrinha?
    Sezaltina Natália!!! Eu cortava os pulsos 🙂
    Do que me livrei 🙂

    Beijinhos

  4. Bom dia
    Irene , Maria, Rosa ou outro apelido foram algo que os nossos pais escolheram para nos identificar.
    Este foi um primeiro gesto que nos marcou na caminhada da vida. Devemos amar o nosso nome e fazê-lo respeitar pelo que somos, acreditamos e também pelo que vivemos.
    Cada um procura para sí o melhor de tudo e caminhamos sempre numa procura de perfeição.

    O nome que os meus pais me escolheram identifica-me.

    Os que escolhi para os meus filhos identifica-os. Penso que só poderiam ser mesmo os nomes que lhes escolhemos.
    =David Samuel e Lia Raquel=
    Eles são música no meu coração

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s