Recordar Sara Montiel


Era ainda uma jovem quando ouvi pela primeira vez “A Rapariga das Violetas”
e fiquei “seduzida”…Ainda hoje gosto de ouvir, daí colocar aqui, o vídeo,
e relembrar Sara Montiel.

SER POETA

Ser poeta

é assumir o desassombro

de emprestar o seu ombro

ao fraco contra o forte,

é ser indiferente à sorte

e dialogar com a morte

de igual para igual!…

E, no entanto…

É tão fácil matar a poesia:

Basta um grão de filosofia,

maldita expressão esquiva,

obediência lasciva

à geometria do pensamento!

Afinal,

ser poeta

é ser flor, fruto, semente,

farol que ensina à gente

o rumo, a rota certa.

Sei que amar, sim, é preciso…

Por isso, poeta amigo,

até cortar a meta…

Eu vou navegar contigo!

joaquim evónio