SHE – Andrew Clímaco

Ela tem medo do amor
Ela tem ainda mais medo do que a ama
Ela não brinca com coisas sérias, ex.: a vida
Ela se emociona lendo poesia e tem um sorriso adocicado quando chora
Ela queria mudar o mundo
Queria que as coisas fossem mais simples
Que os riscos não fossem riscos e sim segurança
Ela não quer ser machucada e não quer machucar
Ela tem medo de que o futuro não dure para sempre
Então vive do presente e nele se faz ausente
Ela acha que o medo que sente é loucura
(Tem medo que seus medos sejam vistos como loucura)
Contudo não entende que aqui fora todos já enlouquecemos faz tempo
De tanto ter medo
De tanto ter medo de ter medo
E olhar para a vida como se fosse uma folha a esperar pelo outono
Esse outono que chega cada vez mais cedo
E ela continua estática naquele mesmo banco de bar
Feito estátua de sal que olha pra mim enquanto olho para trás
Naquele breve momento
Onde ela deixou de ser imaginação morta
Para se tornar humana:
Apenas um momento.

sugiro uma visita ao seu blogue:
http://cronicadeumamorlouco.wordpress.com

Anúncios