PERDHRO – Simone Martins

foto de Carlos Alberto

Presente é o teu significado
Querendo sugar meu momento.
O que não senti como pecado,
Jamais saberei refletir a contento.

A cada novo verso que escrevo,
Me perco, me enrosco.
Vou tecendo com fios de tolo,
E vou te vendo com ar surpreso!

Parábolas intercaladas com ilusão,
Metáforas escarneadas com emoção.
Sinto-a como pura…ilusão!

Sou teimosa e não desisto.
Tenho a mente em polvorosa,
Mesmo com o peito doído.

Tu sabes que tua pena teimosa,
Carregada com teu sangue.
Insiste e persiste em prosas,
Mesmo que eu: a estanque.

Perdhro, desistas de tudo agora.
Pois o inverno, tua moradia.
Esta saindo de cena, ainda que tardia,
Para completar esta metáfora!

Simone Martins
09/08/2011

sugiro visitem seu blogue:
http://abuscadia.blogspot.com