O CAPATAZ – (Soneto) de Adelina Velho da Palma


Gostas demasiado de quem és

tens-te em alto conceito e gabarito

imbuído que estás do requisito

de um comandante ao leme no convés!…

P’ra todos olhas d’alto e de viés

semeando oposição e conflito,

nunca perdes de vista o maior fito

de juntar triunfos ao palmarés!…

Afloras os assuntos de resvés

a não ser que constituam delito

d’alguém a quem queres calcar aos pés!…

Aos teus proventos vives circunscrito!…

Não pasmes se ao sofreres um revés

te brindem com um sólido manguito!…

sugiro que visitem o seu site:

http://adelinapalma.com/prosa-e-poesia