Leonardo Da Vinci na National Gallery de Londres até 5 de Fevereiro de 2012

Está a acontecer na National Gallery de Londres uma exposição “Leonardo Da  Vinci, Pintor na Corte

de Milão, curadoria de Lerke Suson com Larry Keith”, que já é considerada a exposição do sec. XXI e,

para os hiperbólicos, a exposição do milénio.

A oportunidade única de ver estas obras-primas numa mesma sala, no tempo de uma exposição

(que termina a 5 de Fevereiro de 2012) não voltará a acontecer.

As filas para a entrada na National Gallery dobram as esquinas e milhares de pessoas estão

a reservar a sua visita “online” porque em cada dia, apenas 500 bilhetes são vendidos

em bilheteira.

Está previsto que já vieram e virão futuramente pessoas do Extremo-Oriente, dos países

nórdicos, das Américas, da Austrália.

…………………………………………………………………………..//……………………………………………………………

sobre o ex-presidente do Brasil Lula da Silva

O ex-presidente do Brasil Lula da Silva
está com cancro de laringe e neste momento a
fazer quimioterapia.
Neste momento também tenho um familiar
mtº. querido a passar por esse processo.
É uma doença que cada vez “nos escolhe mais”
e que nem sempre é vencida satisfatoriamente,
portanto em que ela é a vencedora.
Na doença nem todos somos iguais, como sabem.
Obviamente Lula da Silva terá “tudo o que houver
de melhor ao seu dispor”, como muitos daqueles
que sendo ricos podem dispor dos melhores
cuidados,dos melhores médicos e dos melhores
Hospitais.
Portanto nem na doença, ou morte, somos todos
iguais.Uma amiga minha a quem lhe morreu um
irmão gémeo muito novo, disse-me um dia(já
se passaram imensos anos)que até para morrer
é preciso ter sorte. Nunca mais me esqueci, porque concordo em absoluto.
………………………………………………..
Desejo ao Lula o mesmo que a qualquer outra pessoa a quem “esta doença escolha”…
que sofra o minímo e que recupere.
Foto divulgada pelo Instituto da Cidadania.

MÃOS DADAS

Não serei o poeta de um mundo caduco.

Também não cantarei o mundo futuro.

Estou preso à vida e olho meus companheiros.

Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.

Entre eles, considero a enorme realidade.

O presente é tão grande, não nos afastemos,

Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,

não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,

não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,

não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.

O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,

a vida presente.

( Sentimento do Mundo)

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE