Conversando

Ultimamente mandam-me uns emailes com várias indicações de “como ser um bom blogueiro”
Regras para isto e mais para aquilo,
o que se deve fazer, o que não fazer. Acreditem que são tantas coisas, que me parece quase ser
necessário um tipo de curso universitário…
Eu que comecei sem saber nada de nada…(e hoje pouco sei, pelos vistos)…já me pergunto: os meus
blogues não devem ter qualidade nenhuma…
Também há muita conversa à volta de se ganhar dinheiro com a Net, com os Blogues…palavra
que eu até precisava de um dinheirinho…juro que a minha reforma ao pé da do Profº Cavaco
– a minha sim – é uma vergonha!… mas nunca pensei ganhar um cêntimo com os meus blogues…
Mas parece que há por aí muitos/as que ganham…
Resumindo: me perdoem “os doutorados em blogues” mas eu vou tentar melhorar, como sempre
fiz, com a ajuda de alguns amigos totalmente desinteressados, e paciência se os meus blogues
não forem grande coisa. Pior é o meu país já ser considerado LIXO, isso sim, é muito grave.

c o n v e r s a n d o

De que falam as mulheres?

Há quem diga que não sabe como as mulheres têm tanto que conversar…

E também é possível uma magia de sentimentos entre as mulheres…?!

E uma compreensão para certos temas de conversa ou acham que não?!

Da vossa experiência pessoal acham que é mais fácil existir AMIZADE

entre as mulheres e homens, ou mais  entre mulheres?

Há histórias de magia pura de vivências no feminino…?

Será que percorrem caminhos…ou flutuam?!

Será que dão mais atenção a um arco-íris?!

A uma poesia? A um cheiro a maresia?!

A uma flor? A um passeio pelo campo?!

Já repararam que as mulheres conseguem estar na praia horas a conversar?

E os homens acham que também o conseguem?

Há de facto diferenças de sensibilidade entre o feminino e o masculino

ou não?

Fica aberta a discussão.

Irene Alves

Um pequeno momento de humor(desculpem alguns termos…)

Depois de arrumar toda a bagagem do Papa Bento XVI (e ele não viaja
ligeiro), o motorista reparou que o Papa ainda se encontrava no
exterior do veículo.

“Desculpe-me Sua Santidade”, disse o motorista, “Não se importa de
ocupar o seu lugar para que possamos seguir?”.

“Bem, para dizer a verdade”, diz o Papa, “No Vaticano nunca me
Desculpe-me Sua Santidade, mas não posso fazer isso.

Perderia o meu emprego! E se acontecesse alguma coisa?”
protestou o motorista,desejando não ter ido trabalhar nessa manhã.
“E quem é que vai contar?, diz o Papa com um sorriso?

Relutantemente, o motorista senta-se atrás, enquanto o Papa ocupa o
lugar ao volante. O motorista imediatamente se arrepende pois, mal
deixam o aeroporto, o Papa mete o prego a fundo acelerando a
limusina até aos 205 km/h (lembrem-se que o Papa e alemão).

“Oh, meu Deus, vou perder a minha carta de condução e o emprego!”,
o motorista.

O Papa encosta a limusina e desce o vidro quando o polícia se
aproxima; quando este olha para ele, regressa à mota e estabelece
contacto rádio com a Central.

“Preciso de falar com o Chefe”, informa ao operador.

O Chefe responde e o guarda diz-lhe que mandou parar uma limusina
que seguia a 205 km/h.

“Então aplica-lhe a multa”, diz o Chefe.

“Não creio que devamos fazer isso, ele é mesmo importante”, diz o
polícia.

O Chefe exclama, “Por isso mesmo, multa o sacana!”

“Não, é que é MESMO importante”, insiste o guarda.

Então o Chefe pergunta, “Quem tens ai, o Presidente da Câmara?”

E o polícia: “Mais alto”.

O Chefe: “Um deputado?”

Polícia: “Mais importante”.

Chefe: “O Primeiro Ministro?”.

Polícia: “Muito mais!”.

“Bolas”, diz o Chefe, “Então quem é?”.

O polícia: “Acho que é Deus!”.

O Chefe fica atrapalhado, “E o que te leva a pensar que seja Deus?”.

Polícia: “É que o motorista Dele… é o Papa!”.

(obrigada a quem me enviou)

MUDANÇAS gentilmente cedido por Zilani Célia

Como tudo se modificou assim?
Fechei meus olhos, ainda jovem, cheio de sonhos,
Foi só uma piscadela, mas ao abri-los, percebi tristonho…
Tudo mudou…

Onde a mão, com braço forte… Pousou?
Fazer um carinho num rosto pequenino,
Não mais…
Tudo mudou…

Pés, que galgaram mundos… Pararam?
Subiram, desceram, correram,
Mas as pernas enfraqueceram…
Tudo mudou…

Corpo ereto, saudável… Eterno?
Suscetível ás marcas do tempo,
Curvou-se, como se curva o pinheiro ao vento…
Tudo mudou…

Coração, que tanto amou… Parou?
Bate mais fraco, já meio cansado,
Mas de amores, como sempre carregado…
Nada mudou…

Lani

sugiro uma visita a seu blogue:
http://zilanicelia.blogspot.com

Hoje estou assim…gentilmente cedido por Solange

De quem é esta saudade
que meus silêncios invade,
que de tão longe me vem?

De quem é esta saudade,
de quem?

Aquelas mãos só carícias,
Aqueles olhos de apelo,
aqueles lábios-desejo…

E estes dedos engelhados,
e este olhar de vã procura,
e esta boca sem um beijo…

De quem é esta saudade
que sinto quando me vejo?

…Gilka Machado…

sugiro uma visita ao seu blogue:
www.orestoehsilencio.blogspot.com

JACOB -soneto-( gentilmente cedido por Adelina Velho da Palma

Primeiro ludibriou o irmão
oferecendo-lhe um prato de lentilhas,
logo a seguir em sumárias partilhas
arrecadou do pai cego o quinhão…

A Raquel entregou seu coração
aguardando por suas maravilhas
enquanto fazia filhos e filhas
com a filha mais velha de Labão…

Almejando ser rico e respeitado
roubou o sogro sem consideração
pelo muito que lhe fora ofertado…

Mas apesar do perfil de vilão
foi pelo Criador indigitado
como pleno herdeiro de Abraão!…

sugiro uma visita ao seu  site:

http://adelinapalma.com/prosa-e-poesia

……………………………………………………(Jacob lutando com o anjo Gustave Doré -1855 Granger Collection New York)