Um poema de Ana Luisa Amaral sobre o 25 de Abril, à memória de Miguel Porta(25-04-2012)

tão novo de morrer,
quase morrido

Tem vindo a ser matado

por sorrisos e cega obediência,

por sustos assustados,

ou simplesmente por não ser presente

e ter sido esquecido

na cave desta casa

Nela nasceu erguido

entre o mais desatado e o mais belo de ser:

tanques e cravos, e casos curiosos raso a mitos,

e sérios casos de paixão a sério,

e também carne e vida,

o que de mais importa neste mundo

Repousar é de morto, e ele terá morrido:

sem exéquias sequer,

só de mentira,

está o seu corpo muito lá em baixo,

como se fosse um peso que já não:

Nem mesmo incomodar

os números que voam, desatados,

os bárbaros que uivando sobrevoam

o telhado da casa

e nele pousam, cruéis e confortáveis,

repousam dos seus rumos de conquista

Tão novo de morrer,

morrido quase

Quem as exéquias suas?

Não há mural que o ressuscite aqui?

Ou chamamento novo que o congregue

de novo e em colisão

nestas janelas?

Dos que ao seu lado viveram lado a lado,

desses o susto bom de ele nascer,

e a desobediência ao erro e ao dobrado

Dos que depois nasceram:

a memória,

talvez da sua mão, ou mãe: memória,

o que de mais importa neste mundo

Que esses possam dizer que não,

que ainda vive,

que é novo de morrer e ainda vive,

e que o seu funeral: coisa sem rumo

Mesmo que chova hoje, como chove,

e as nuvens se perfilem junto aos uivos,

mesmo assim pressenti-lo

Teimar que é impossível

morrer assim tão novo

Saber

que isto não pode ser assim

Ana Luísa Amaral

———————————————————————-

O velório do eurodeputado bloquista terá lugar no Palácio Galveias(Lisboa) este sábado,

a partir das 15 h. No domingo realiza-se uma sessão evocativa de Miguel Portas

no Jardim de Inverno no Teatro S. Luiz, com início às 14.30h.

Autor: sinfoniaesol

Viver é o mais importante de tudo e se for com amizade, amor e saúde, que mais pedir?Viva a Vida!!!

4 opiniões sobre “Um poema de Ana Luisa Amaral sobre o 25 de Abril, à memória de Miguel Porta(25-04-2012)”

  1. Bela homenagem, querida Irene! Quanto ao vídeo, pode colocar sim. Sem problema algum. Desculpe a demora e dar retorno, mas estou no interior passando uns dias com meu netinho, e a net aqui é devagar demais. Quase não tenho vindo aqui. Só melhora após meia noite e aí fica complicado.
    Obrigada pelo carinho! Beijos

  2. Obrigada, amiga, pela partilha da homenagem, belíssima!
    Não é um adeus, Miguel! É um até sempre, pois nunca sairás do coração dos que reconheceram o teu valor e o vão ter sempre presente enquanto durarem os seus dias!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s