Confidência – Instinto de Viver – Gaspar da Silva

Tenho uma confidência
E um remorso!
É como ter uma escrava
Não sei onde!
Talvez dentro da lua
Que perpétua está
Desperta e nua!

……………………………………

Instinto de Viver

O meu instinto de viver
Repousa numa geografia de contrastes
E em silêncios substanciais!
O meu instinto de viver
É um transparecer de brisas
Um fruto enorme com raios de sangue
E ausências inexistentes!