ALMAS GÉMEAS

Eu sou eu,
tu és tu
Duas fénix
…Entre a neblina
De penas cintilantes
Ao amanhecer

Duas almas,
Duas estrelas,
Duas formas de viver,
Dois sentidos despertos,
Para o mundo conhecer.
Perdidos no nada,
Encontrados no pensamento.
Pausas de bem-estar no arvoredo.
Dois corações,
Batendo abismados
Não!
Claro que não…
Tudo certo
Sabemos que temos razão
Somos duas almas,
Almas gémeas.

José Vieira com Madalena Santos

(retirado da página do Facebook
de Anabela de Araújo)