Leitura do Livro da Sabedoria ( a propósito da morte de um grande amigo – o Vitor)

Para tudo há um momento e um tempo para cada coisa que se deseja debaixo do céu:

tempo para nascer e tempo para morrer,

tempo para plantar e tempo para arrancar o que se plantou,

tempo para matar e tempo para curar,

tempo para destruir e tempo para edificar,

tempo para chorar e tempo para rir,

tempo para se lamentar e tempo para dançar,

tempo para atirar pedras e tempo para as juntar,

tempo para abraçar e tempo para evitar o abraço,

tempo para procurar e tempo para perder,

tempo para guardar e tempo para atirar fora,

tempo para rasgar e tempo para coser,

tempo para calar e tempo para falar,

tempo para amar e tempo para odiar,

tempo para guerra e tempo para paz.

Palavra do Senhor

Lembrei-me deste texto inserido no blogue de Helena Sacadura Cabral, pessoa que admiro,
e que foi lido esta semana numa missa celebrada por intenção do seu filho Miguel, que
partiu há seis meses.
blogue: http://hsacaduracabral.blogspot.pt

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………

A vida é sempre o princípio do fim = a Morte, todavia nunca se está preparado para tal acontecimento.

Eu hoje estou muito triste, porque perdi o meu amigo Vitor, embora ele fique sempre no meu coração.

Paz à sua Alma

Autor: sinfoniaesol

A vida deve ser vivida intensamente. Sempre foi esse o meu lema.

5 thoughts on “Leitura do Livro da Sabedoria ( a propósito da morte de um grande amigo – o Vitor)”

  1. Meu anjo, nunca estamos preparados para perdas. Sinto muito pelo seu amigo. Mas o tempo se encarrega de amenizar a dor e assim deixando espaço apenas para a saudades.
    Obrigada pelo carinho em meu blog…tenha um lindo final de semana e fique bem….beijos
    Lucinhsa

  2. Cuando alguien que es amigo nuestro, parte, nos deja un vacío en el alma y el corazón. No es fácil asumir esa ausencia pero ahora él está en paz en ese reposo eterno. Son momento difíciles y todos cruzaremos un día u otro.

    Besitos y un abrazo!!!

  3. Olá, irene!
    Quando se perde alguém de quem se gosta, o que se possa dizer nem sempre serve de ajuda, e muitas vezes o tempo será a melhor ajuda….

    Um abraço amigo.
    Vitor

  4. Lamento muito a morte do amigo!
    Uma coisa tão certa
    a única coisa certa
    na incerteza dos dias

    E tanto faz sofrer…

    Já dei autorização para trazer aqui os meus poemas
    e é uma Honra que me faz.

    Maria Luísa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s