Queria Sonhar-me…menina vestida de tempo de Rosa Maria

Queria entregar ao tempo o meu corpo envolto num laço de amor e com a magia de um lindo sonho…o despertar de uma nova alvorada…renascer para um novo momento de vida…caminhar serenamente pelas folhas secas deste Inverno e adormecer docemente numa cama de pétalas e perfumada de esperança…como se o tempo me pertencesse…como se um sorriso iluminasse o meu rosto.
Queria receber o último sopro de vida num instante de amor por entre as sensações que já tocaram a minha pele…nas rosas que já nasceram do meu corpo…no ventre que já foi semente…terra quente que deu frutos…vidas que floriram e que são o meu chão…o meu altar.
Queria ter a paz de não pensar…a tranquilidade que só o amor nos dá…a felicidade de quem nada espera…a sabedoria que só o tempo nos tráz…os espelhos que que só a memória guarda…os sonhos que apenas a ilusão tece na ternura dos poentes.
Queria o pensamento sereno e leve…ter asas de borboleta e voar no céu infinito…vestir-me de nuvem e vagar na espuma das ondas vestida de cetim e perfumada de maresia e por um efémero momento voltar a ser papoila rubra no ondular das searas…voltar a sentir a carícia do vento como se o tempo não tivesse passado…como se um novo ano não tivesse chegado….como se a vida não fosse tão breve.
Queria por um momento…mesmo que apenas um breve momento regressar a mim como quem volta ao regaço da infância…aos sorrisos dourados…aos meus olhos de madrugada…à minha pele de Maio…ao meu espelho de Agosto…e entrelaçar no meu olhar uma noite de luar…abrir a porta ao tempo…derrubar os muros…soltar as amarras e olhar em frente para não cair no abismo…tatear com passos firmes as pedras do meu caminho e voltar enfim a ser menina vestida de tempo.

Escrito por : RosaMaria

(retirado,com autorização,
da sua página de Facebook.
Visite seu blogue:
http://rosasolidao.blogspot.pt