O CAMINHO

anabelablogue
(pintura de: Leonid Afremov)

É triste o meu fadário!…
E longo este caminho
Que ainda me falta percorrer!
Nunca mais acaba!…
E é solitário!

Para mim mesmo, sozinho,
Pergunto-me muitas vezes,
– Porquê continuar a correr?!…
Só para olhar um Mundo,
Que sem razão ou glória,
Dia após dia, desaba?!…

E que negro é o seu fundo!
E triste a sua historia
Carregada de revezes!…

São tantos os sonhos começados
E quase nunca acabados!…
E é tanta a tristeza!
E no fim…
Nenhuma certeza.

E depois…a maldade!?…
E a inveja!?

Mas não importa…
Pois que seja!…

E quando a esperança estiver morta…
E nada, nem amor…nem saudade…
Tivermos para dar…
Quando assim for…
A quem souber responder,
Havíamos de perguntar –

E para quê…nele viver!?…
Se há tão pouco a ganhar…
E tanta coisa a perder!.

*Manuel Sepúlveda

(extraído,com a devida autorização,
da página do Facebook de
Anabela de Araújo)