1º. aniversário deste blogue

rosamariaaniversáriosinfonia9barra azul

Ao longo deste primeiro ano inseri 788 posts.

Tenho muito gosto no dia do aniversário deste blogue inserir um poema de um bom

amigo NILSON BARCELLI “TUDO VEM DE TI” e escolhi este pelo título, porque

este Blogue tem muito de “TUDO VEM DE VÓS” . E também um da madrinha do blogue

Rosa Maria.barra azul

É natural que adormeça inflamado,
porque são da tua boca
as palavras de fogo
que ouço ao adormecerem comigo.
E não existe nascente ou colheita
em que o teu corpo
não tenha sido rio e seara.

E também é natural que desperte renovado,
porque há estrelas que se agitam
nos trejeitos dos teus olhos de bom dia
ao acordarem comigo.
E não existe monte ou planície
em que a tua pele
não tenha sido jardim e universo.

Tudo vem de ti,
já que entras no meu estro
como a energia do sol na seiva das plantas
ou como a crença na alma.

NILSON BARCELLI

tudo vem de ti

rosa

Sou mulher…

De : RosaMaria

Sou mulher…sou uma promessa de vida…gritando a solidão
Sou a dor calada de todos os silêncios…um sonho de amor
Sou o rosto da amargura…sopro de tempestade…um furacão
Aroma delicado de uma flor do deserto… brisa beijando a dor

Sou mulher…venho do fundo da terra…entro e saio de mim
Chamo o meu corpo morto…refugio-me no jardim da ilusão
Fico esperando o nada…no silêncio estranho desse jardim
Labirinto deserto de todas as ruas…beco escuro da paixão

Sou mulher…amordaçada e mal-amada…sou a doçura da noite
No meu corpo tenho perfume de rosas negras e versos de amor
Bebo as trevas…brindo à solidão…voo nua nos braços da morte
Dentro de mim…passeiam demónios…gemem infernos de dor

Sou mulher…retrato amarelecido…sombra esbatida de mim
Voo à beira do chão…persigo-me e dilacero-me…prendo-me
Sou a arritmia da dor…sou o equilibrio do desequilibrio do fim
Não sei quem sou…vivo além do tempo e da vida…rendo-me

Sou mulher…sou o ventre da dor…a sombra da noite e do dia
Sou o esquecimento dum lugar sem rumo…dum abismo sem fim
Sou o medo…o terror do meu silêncio…a dor da minha alegria
Sepultada no leito de todos os abismos…vôo para longe de mim

Sou mulher…raíz amarga da vida…sou esquecida e lembrada
Vincadas no rosto as rugas…na boca cravado um sorriso de dor
Sou sonho e sou grito…paixão e tempestade…fim de jornada
Sou o precipício…princípio e fim…um último grito de amor

Escrito por: RosaMaria