L Á G R I M A

lágrima
Lágrima marota
Cai no meu rosto
E vai rolando…
De mansinho…
Por toda a cara…
Vai saboreando…
E vai deixando
Um pouco de água
Um pouco de sal…

Sal de amargura…
Mas que é necessário…
E, assim vou ficando
Com o rosto mais doce…
Com o rosto molhado
E vou sentindo…
Lágrima marota.
O teu rolar…
E vou gostando…
Que te sirvas de mim
Para te acostares…
E quando quiseres
Podes voltar!…

LILI LARANJO

seu blogue:
http://africaempoesia.blogspot.pt