LOUCA PROMESSA – Célia Laborne

644645_10200223806972188_521184252_n

Se viesses amado
para nunca partir,
ouviria seu passo
a buscar meu caminho.
Sentiria presente
o amor que trouxesses.

É em vão que me dizes:
– “espera-me amada”.
Se percebo tua voz
cada vez mais distante,
se tua imagem se afasta
e se perde na estrada.

Que louca promessa:
– “descansa em meus braços”,
tu nem sabes que choro
e que sofro por ti.

Como achar teu carinho
se tu foges de mim?
Se prometes que vem
e te sinto afastando?