Gentilmente cedido pela poetisa ROSA MARIA(madrinha deste blogue)

rosaDespe dos meus olhos o manto salgado das minhas lágrimas…veste-me um sorriso de algas e quando o silêncio anoitecer adormece a mágoa do meu corpo…prende o tempo numa carícia…solta os nós que me prendem…inventa um poente na noite e não me deixes morrer nos teus olhos…leva-me as ausências…as recordações feitas de nada…sepulta-as com o meu lamento.
Colhe as rosas brancas que secaram no meu peito…desfolha-as e espalha-as ao Vento…são raizes magoadas…despojos de amor…pedaços de mim desfeitos numa nuvem de silêncio.
Amanhece-me o corpo vazio e envolve-me nos teus braços errantes…prende nas tuas mãos a ausência que me escorre do corpo e quando a noite vier rasga os meus sonhos magoados e deixa-os adormecer com a minha solidão.
São restos de ternura de um tempo que não existe…fragmentos apenas…gotas de nada…pétalas negras vagando por dentro do silêncio do tempo…na distância onde ficaram suspensos todos os sonhos de amor.
Deixa as minhas mãos vazias tocarem o teu nome e os meus dedos nascerem na tua pele…murmúra nos meus lábios a tua ausência e desenha na tua lembrança a minha dor.
Não te deixes morrer em mim e não me leias porque a saudade dói…o vazio magôa e as palavras são ecos perdidos…cinzas de sonhos esquecidos por dentro do tempo…rugas amordaçadas no peito…lágrimas que calam todos os silêncios e vestem todos os instantes.
Deixa-me chamar-te no silêncio da noite…nas horas que não existem…no Outono que perdura…no Inverno que me gela.
Deixa-me chamar-te como se eu ainda fosse Primavera e a eternidade tocasse as minhas mãos.

Escrito por : Rosa Maria

Sugiro uma visita ao seu blogue

http://rosasolidao.blogspot.pt

Autor: sinfoniaesol

A vida deve ser vivida intensamente. Sempre foi esse o meu lema.

6 thoughts on “Gentilmente cedido pela poetisa ROSA MARIA(madrinha deste blogue)”

  1. Sempre visito o blog da Rosa e, como não podia deixar de ser, fico sempre fascinada com tanta beleza no meio de grande tristeza.Também se faz bela poesia cantando as amarguras de um coração, amarguras que todos os corações têm tantas vezes. Um beijinho, Irene e boa noite.
    Emília

  2. Olá Irene, e que tudo esteja bem contigo!

    Eu creio que após ler esta belíssima escolha tua para compartilhar com os amigos que por aqui passam, é desnecessário esta tua recomendação, pois após ler os créditos do escrito os amigos sairiam ainda encantados por tua escolha para conhecer ou ler mais sentimentos da intensa Rosa Maria, parabéns pela escolha, que, aliás, você sempre as tem acertado, e obrigado por compartilhar, pelas tuas gentis visitas e comentários e, pela amizade que expressa em tuas palavras por lá deixadas.
    Gostei também da imagem, foi o que disse das tuas escolhas, são sempre de muito bom gosto!
    Quanto aos sentimentos da intensa Rosa, sentimentos expressados em palavras deveras bem elaboradas de como se deve amar, em todo momento, alegre ou triste a intensidade com que amamos é que devemos manter, pois é o que importa em nossa jornada, sempre ver realizado e viver todo amor que outrora foi sonhado.
    E assim eu agradecido por tudo, desejo que seja sempre deveras intenso e feliz este teu viver, um grande abraço e, até mais!

  3. A Rosa tem uma arte de jogar sua alma nas palavras que se encantam. Sou um seguidor assiduo de suas publicações e sempre saio inspirado.
    Bom ve-la por aqui.
    Abraços Irene.
    Bju de paz e luz amiga.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s