Manipulação Fotográfica(Obvious – Lara Vascouto-

ob1Fotografias sempre contam uma história. O problema é que nem sempre a história contada bate com a realidade.

ob3

Ao contrário do que se poderia pensar, fotografias não são um retrato exato da realidade. Na verdade, se a fotografia fosse mesmo só um registro exato e inalterado de algo, ela não seria considerada uma forma de arte. A arte da fotografia consiste justamente em ter o olhar certo e conhecer a técnica ideal para dar a uma imagem a ideia que o fotógrafo quer que ela transmita. Dessa forma, assim como outras formas de arte e de comunicação, a fotografia sempre tende a passar uma idéia ou uma noção que foi escolhida pelo artista, não por nós.

Eu sei, eu sei. Nos dias de hoje, com Photoshop, edição de imagens e filtros mil, a ideia de que uma foto não retrata exatamente a realidade está mais do que batida. Mesmo sem estas coisas nós manipulamos fotos o tempo todo – sorrindo quando sorrir é a última coisa que se quer fazer, fazendo biquinho para parecer mais magra, encenando situações incrivelmente divertidas só para fazer inveja nas redes sociais. Aliás, se tem uma coisa que aprendemos com Facebook e afins é que foto não passa de mais um tipo de discurso e como qualquer discurso pode ser completamente manipulado pela pessoa que está falando.

bv.2
Vide a garota holandesa Zilla van den Born que fez todo mundo achar que ela estava se divertindo na Ásia postando fotos produzidas com Photoshop no Facebook. Surpresa: era tudo falso.

Mas será que esta é uma tendência recente? Na verdade, nem um pouco. A manipulação de fotos existe desde que o mundo descobriu a fotografia e já foi usada para os mais variados fins. Segue três exemplos de fotos antigas e famosas, começando no século XIX com…

3 – A mais famosa foto de Abraham Lincoln é uma montagem

ob4
Abraham Lincoln foi um dos mais importantes presidentes norte-americanos, tendo governado o país em plena Guerra Civil Americana e lutado para alcançar o fim da escravidão. Hoje em dia, sua mais famosa foto estampa as paredes de salas de aula de todo o país, mesmo sendo – você adivinhou – meio falsa. Na verdade, a foto é uma montagem da cabeça de Lincoln com o corpo do político John Calhoun, criada por um empresário desconhecido da época porque não existia nenhuma foto do ex-presidente em pé em uma postura digna e heróica. Só para você ter uma noção, a montagem data de 1860 – apenas 34 anos depois que a primeira foto da História foi tirada.

2 – A famosa foto dos trabalhadores almoçando no alto do Empire State foi uma peça promocional

ob5

Você já deve ter visto esta famosa foto que mostra onze construtores almoçando distraídos com as perninhas balançando a mais de 250 metros do chão, sobre a cidade de Nova York. A foto apareceu pela primeira vez impressa no jornal New York Herald Tribune em 1932 com a legenda Almoço no topo de um arranha-céu e imediatamente entrou para a História. No entanto, existem muitos fatos sobre ela que a maioria das pessoas ignora. Em primeiro lugar, ela não foi tirada no topo do Empire State e sim no topo do Rockefeller Center. Em segundo lugar, apesar de os homens serem realmente trabalhadores da obra, a foto foi planejada e arranjada para ser usada como peça promocional da construção do Rockefeller Center – entre muitas outras tiradas e enviadas a veículos da mídia com o mesmo fim. Isto é, dificilmente sentar e almoçar em uma viga a 200 metros do solo era prática comum entre os trabalhadores, como a foto dá a entender. E por último, os homens provavelmente não estavam sentados sem segurança a 200 metros do solo – tudo indica que havia um andar terminado a poucos metros abaixo dos pés dos trabalhadores. Sinceramente, ainda bem.

1 – O beijo apaixonado do casal comemorando o fim da Segunda Guerra Mundial não foi um momento romântico e provavelmente não foi consensual

Há muita controvérsia a respeito desta foto – provavelmente uma das mais famosas fotografias de todos os tempos.

Em primeiro lugar, ninguém sabe com absoluta certeza quem é o casal da foto, já que o fotógrafo Alfred Eisenstaedt não saiu anotando o nome de ninguém naquele dia. De qualquer forma, depois de muita análise, os especialistas têm quase certeza de que o casal é Greta Zimmer Friedman e George Mendonsa – ela assistente de dentista e ele marinheiro, ambos completamente desconhecidos um do outro até aquele dia. De acordo com Greta, ela foi até a Times Square quando ouviu a notícia de que a guerra tinha acabado apenas para ser agarrada e beijada por um completo desconhecido que já tinha beijado um punhado de outras mulheres desconhecidas ao longo da rua.

Detalhe: o tal marinheiro estava acompanhado da noiva na ocasião.

De acordo com Friedman, não foi um ato romântico e sim de celebração e de alívio por parte do marinheiro por não ter que voltar ao Pacífico. Mesmo assim, Friedman diz que não queria ser beijada, mas teve que ceder porque o homem a segurou com força.

Mesmo se tudo isso for mentira e George Mendonsa e Greta Friedman não forem o casal da foto, ainda assim vale dizer que a foto passa uma idéia romântica que não é real e foi cuidadosamente planejada pelo fotógrafo para ter um destaque maior. Na época, estava meio que na moda os soldados ou marinheiros saírem agarrando e beijando mulheres em comemorações de guerra e naquele dia milhares deles fizeram isso. Profissional, o fotógrafo Eisenstaedt ficou observando a movimentação na Times Square e reparou em Mendonsa, que estava parando para beijar toda e qualquer mulher que passava por ele. De acordo com Einsenstaedt:

“Eu estava andando pela multidão no dia V-J, atrás de boas fotos. Notei um marinheiro vindo na minha direção. Ele estava agarrando toda mulher que encontrava e beijando todas elas – jovens e velhas. Então eu reparei na enfermeira, parada no meio daquela multidão enorme. Foquei nela e, como eu esperava, o marinheiro apareceu, agarrou a enfermeira e se curvou para beijá-la. Agora, se a menina não fosse enfermeira, se estivesse vestida em roupas escuras, eu não teria tirado a foto. O contraste entre a sua roupa branca e o uniforme escuro do marinheiro deu o impacto extra da fotografia”.

Milhares de cenas iguais no mesmo dia, mas apenas uma ficou para a História. É a arte da fotografia.

……./…

As fotos podem não estar pela ordem do texto,
mas é facilmente associada.

Autor: sinfoniaesol

A vida deve ser vivida intensamente. Sempre foi esse o meu lema.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s