Ria, mas …

Um tripeiro e um lisboeta caminhavam pela praia, quando um deles deu um chuto numa lâmpada mágica e despertou o génio do sono milenar.

O génio bradou então:
– Cada um de vós tem direito a um pedido.

Lisboeta

– Eu quero que seja construído um muro em redor de Lisboa, impedindo a entrada dos tripeiros. Não precisamos de aguentar esses gajos e outros menos capacitados do que nós…

Génio – O seu desejo é uma ordem, meu amo…
ZÁS… E o muro foi construído…

Génio – E tu, Tripeiro, o que desejas?

Tripeiro – Oube lá, ó morcón, o muro que construíste é sólido?
Génio – Nada neste planeta o pode destruir.
Tripeiro – E é alto?
Génio – Mais alto que os mais altos edifícios em toda Lisboa
Tripeiro – Tem políticos?
Génio- Todos os importantes vivem lá.

Tripeiro – Tá benhe! Atón enche de água até cima!

anexo%20sem%20nome%2000621anexo%20sem%20nome%2000624anexo%20sem%20nome%2000630