Ainda Brinco de Boneca

As vezes sou uma mulher sapeca
Outras vezes sou uma menina que ainda tem boneca
Impedir uma mulher de amar
É como proibir uma criança de brincar
Não gosto quando me comparam com um anjo no céu
Desconheço um anjo com o nome de Raquel
A força da natureza move os moinhos de vento
Mas dentro de cada um de nós
É a franqueza que move nossos sentimentos
Mais do que crescer
Eu desejo aprender a saber viver
Dizem que estou errada
Que eu sonho demais
Imagina se soubessem que ainda tem bonecas
A moça de Batatais
Provavelmente zombariam
Querem minha presença, mas não minha companhia
Na visão deles
Sou nova demais pra chorar
E adulta demais pra sonhar
Minha alma nessa caminhada é uma aprendiz
Não quero chegar diante de Deus
E dizer que eu não fui feliz
Ler e escrever para mim
Não é pregar no deserto
Amigo é quem gosta de mim
Esteja longe ou perto
Hoje sou uma menina, amanhã serei um mulherão
Tanto faz, o importante é que as duas
Tenham sob o seio um bom coração
Que entendam Einstein como ninguém
Tenham dentro de si o bem e o mal, isso é normal
Mas que nunca se contentem apenas com a palavra igual
A quem possa interessar
Sou uma mulher que brinca de boneca e não desiste de sonhar
Sou uma menina sapeca que nasceu para amar…

Raquel Cinderela as Avessas

Anúncios

Autor: sinfoniaesol

Viver é o mais importante de tudo e se for com amizade, amor e saúde, que mais pedir?Viva a Vida!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s