Incríveis imagens numa gota de água

Imagens incríveis numa gota de água

Posted: 13 Jul 2012 07:42 AM PDT

Se aproveitar a refração de uma imagem numa bola de cristal já é difícil, imaginem o desafio que é capturar essa imagem numa minúscula gota de água.

Esta é a proposta da série Refractions, de Markus Reugels que, unindo técnicas de alta velocidade e macrofotografia, consegue congelar uma imagem de fundo no tempo exato e aprisioná-la dentro do ínfimo espaço.

O método envolve muita criatividade para imaginar efeitos interessantes e persistência pois, a imagem perfeita só é obtida após muitas tentativas. Além, é claro, de muito talento e um equipamento compatível
Fonte Bocaberta.org
(algumas imagens)

Toda a série com 20 imagens pode ser apreciada no Flickr do autor.

Hoje vamos mostrar algumas fotografias de CLARK LITTLE, um fotógrafo do surf que nos
surpreende com fotos incríveis de ondas.

Suas fotografias foram tiradas dentro de ondas, com ângulos impressionantes normalmente vistos por surfistas profissionais.Uma experiência de tirar o fôlego …

O fotógrafo Clark Little dedicou sua vida em filmar ondas pelo mundo e já publicou suas melhores fotos em várias revistas, jornais e em seu livro chamado “The Shorebreak Art of Clark Little”.

Com sua câmera à prova d’água, Clark captura vistas raramente vistas de dentro de um “tubo” e mostra toda a beleza de uma onda quebrando.

Muitas das suas fotografias são tiradas em Waimea Bay, no Havaí, o lar do surf. As fotos das ondas, mostram arcos perfeitos de águas cristalinas que são transformados em um caleidoscópio de cor, areia e raios de sol.

Aprecie fotos fantásticas de ondas por Clark Little.

Fonte: Bocaberta.org

Henri Cartier-Bresson

O grande poeta das imagens, o artista inato, o descomplicado e genial fotógrafo: essas são algumas das carinhosas definições deste que, sem questionar muito, foi um dos mestres da fotografia do século XX.

Repórter fotográfico, teve seus trabalhos expostos em revistas como “Life” e “Vogue”. Com seu estilo intimista, Henri se descobriu como fotógrafo em 1931, quando uma fotografia de Martin Munkasci foi publicada na Revista Photographies. A imagem de três meninos correndo em direção ao mar fez com que Henri entendesse que a fotografia pode ser um registro de estado de espírito. Assim, passou observar o mundo com um olhar mais atento e liberto. Sem perder os acontecimentos que se passavam ao seu redor, introduziu ao fotojornalismo um novo conceito: liberdade.

Fonte: fotografeumaideia.com.br

 

 

…………………………………………………..//…………………………………………….//…………………………………….

Um dos temas que se encontra com alguma frequência nos blogues é o amor pela fotografia.

Penso que a própria existência de blogues fez nascer nalgumas pessoas o interesse pela

fotografia, ou então despertar com mais intensidade.Encontro com frequência em

alguns blogues fotografias de muita qualidade. A partir de hoje também passará

a ser um dos temas para inserir neste blogue: A FOTOGRAFIA, numa homenagem

ao Bernardi Sasseti (que tudo indica) ter morrido pelo seu amor à fotografia.

As fotos de hoje são de Henri Cartier-Bresson

em fotografia por: HERMANN VHERNER (25-04/2012)

“Nem todos os meus dias serão bons, nem todas as minhas fotos serão boas, mas elas irão me refletir.”

Ao nascer, Amy Hildebrand, era praticamente cega devido ao albinismo. Porém, ao passar por tratamentos médicos em sua adolescencia, recuperou aproximadamente 20% de sua visão e começou a enxergar parcialmente algumas cores, sombras e formas.
Esta talentosa artista visual vem, desde 2009, trabalhando no projeto “With Little Sound” no qual ela tira uma foto por dia, com o objetivo de chegar em 1.000 fotos. O trabalho de Hildebrand é surpreendente, e suas fotografias possuem lindas composições, enquadramentos apurado e uma grande sensibilidade no uso da luz.

Fonte: Obvious

O maior lago de lava do mundo

Bocaberta.org

Olivier Grunewald é um premiado fotógrafo francês que em 2010 teve a oportunidade de participar de uma expedição científica ao maior lago de lava do mundo.

O lago está localizado na cratera do vulcão Nyiragongo (República Democrática do Congo), um dos vulcões mais ativos do planeta. Lá, o fotógrafo captou imagens impressionantes a poucos metros da lava.

A atividade constante do Nyiragongo e o fato dele possuir um lago de lava líquida confinado numa cratera, torna-o muito atrativo para cientistas e exploradores que desejam estudar os mistérios do centro da Terra.

As fotografias de Olivier mostram um pouco do poder contido no interior do planeta e nos fazem lembrar quem ainda dita as regras por aqui.