A minha amizade pela Simone começou quando eu tinha para aí uns 19 anos

Fundei com outras pessoas o Clube de Fans da mesma, quisemos fazer tudo muito legal, e o

regime de então não permitiu, tivemos que criar uma Associação de Beneficiência (para os

estatutos serem aprovados) e assim aconteceu.Durou algum tempo, depois terminou, mas não

a m/amizade e admiração pela SIMONE e a amizade com outra das fundadoras a minha amiga

Maria Helena.

Anúncios

Fluídos coloridos. Um jogo excitante e criatico de formas e cores.Em fotos por rejane borges

“Demersal” é uma série de fotografias experimentais do fotógrafo Luka Klikovac, de Belgrado, que mostra a interessante aleatoriedade das formações de fluidos coloridos. Por meio de uma técnica de captura de imagens, submerso em água, ele conseguiu captar as formas liquidas abstratas suspensas em um copo d’água, com movimentos imprevisíveis e surreais, criando efeitos psicodélicos. O artista usou apenas sua câmera e um sistema especial de iluminação.

Fonte: OBVIOUS

Lembra-te de mim – ROSA MARIA (cedido)

Lembra-te de mim…quando ouvires o pranto das rosas…eu parti
Quando nos teus sonhos não sentires a ternura do meu coração
Quando o silêncio gritar…sou eu amor do céu a chamar por ti
Quando ouvires um triste fado…são os acordes da minha solidão

Lembra-te de mim…quando a noite chegar e o sol se esconder
Quando ouvires o pranto da madrugada…é o eco minha saudade
Quando sentires na boca o perfume das rosas…sou eu a morrer
Quando ouvires o meu nome…esquece-o…já se fez eternidade

Lembra-te de mim…quando a poesia não gritar meus lamentos
Quando as minhas mãos nas tuas arrefecerem…sou eu a partir
Quando meus olhos ficarem mudos…apagados de luz sedentos
Quando sentires uma lágrima…é a minha alma para ti a sorrir

Lembra-te de mim…quando de mim nem um poema restar
Quando dos meus dedos inertes…se esfumarem as prosas
Na minha boca se calarem as palavras…deixar de sonhar
Quando sentires uma lágrima…sou eu a partir com as rosas

Lembra-te de mim…quando ouvires um magoado lamento
Quando sentires no teu corpo calor…é o meu que te quer
Quando os teus olhos chorarem…sou eu a ir com o vento
Quando escutares o silêncio…são os meus braços de mulher

Lembra-te de mim…quando na noite olhares a lua…sou eu
É o meu rosto que vês…envolto no sorriso do meu olhar
Quando adormeceres…recorda quem por amor se perdeu
Sente-me nas gotas de chuva…quando a saudade te tocar

Escrito por : ROSA MARIA

Rosa Maria(ou Sonhadora) é uma óptima poetisa. Seus poemas são muito acarinhados e sentidos pelos
seus seguidores tanto no seu blogue como na sua página do Facebook(Rosa Maria). Tenho muito
orgulho em que seja a Madrinha deste blogue.
O seu blogue: http://rosasolidao.blogspot.com